Resumo da Novela Os Dez Mandamentos - dia 28 a 02 de Outubro

|

Novela Os Dez Mandamentos - www.resumodenovelas.net
Resumo da Novela Os Dez Mandamentos - RECORD - 21h15

Confira o Resumo das Novelas da Record. A emissora disponibilizou os Próximos Capítulos da Novela "Os Dez Mandamentos" do dia 28 de Setembro a 02 de Outubro de 2015. Fique por dentro dos principais acontecimentos da semana...

Segunda-feira, 28/09/2015 - cap. 136
Moisés diz ter plano para salvar Henutmire

Furioso, Ramsés se recusa a atender ao pedido de Moisés e retorna ao palácio. Nefertari e Karoma se desesperam ao notar as marcas em seus rostos. Leila percebe que não foi atingida pela nova praga. Gahiji e Chibale se apavoram com as feridas no rosto. Uri se espanta ao ver que também não foi atingido. Sem alternativa, Simut resolve orar para o Senhor dos hebreus. Leila pede ajuda a Paser. A hebreia solicita que o sacerdote dê algo para aliviar as dores das feridas das mulheres no harém do palácio. Corá, Eldade e outros escravos se assustam com a situação dos egípcios.

Ahmós e suas dançarinas egípcias ficam horrorizados com os tumores em suas faces. Taís se recusa a ser vista pelo marido e seus filhos choram de dor. Judite limpa as feridas do rosto de Apuki. Yunet nota as marcas na pele e desconta a raiva em Leila. Karoma para de ajudar Nefertari para verificar o estado do filho Pepy. Ikeni sugere que Ramsés faça um acordo com os hebreus, mas o rei se recusa e esbraveja com o oficial. Em conversa com os familiares, Moisés não entende a teimosia do faraó. Arão conta para os filhos sobre a chegada da nova praga.

Todos na casa de Zelofeade estranham o fato de Bak não ter sido atingido pela praga. Eles deduzem que o menino tenha sangue hebreu. Judite vai até a casa de Meketre. O egípcio se recusa a receber a mãe de Ana, mas Taís implora para o marido permitir sua entrada. Karoma e Ikeni cuidam do filho. Preocupado, Uri sugere que Leila não visite Henutmire na prisão. Sem forças, a princesa desmaia na cela. Moisés diz ter um plano para salvar Henutmire.

Simut entrega um creme para Karoma passar em Pepy. Paser pede aos deuses para curarem as feridas do povo egípcio. Ramsés fica enfurecido ao perceber que nada aconteceu. Joquebede pede para Deus proteger Moisés e Arão na missão de libertar a princesa. Eles seguem em direção ao palácio. Eliseba e Inês oram pelos hebreus. Judite ajuda Taís, Hori e Meryt. Meketre se espanta com a chegada de Bak em sua casa. Radina decide ajudar a princesa Henutmire. Moisés e Arão repassam o plano com os outros hebreus. Leila surpreende Yunet ao tentar aliviar as dores da vilã. Enquanto devaneia, Henutmire recebe os cuidados de Radina na prisão.

Moisés decide mudar o plano na última hora. O libertador encara os soldados e entra no palácio pelo portão principal. Henutmire um pouco melhor, agradece a ajuda de Radina. Um oficial egípcio encontra Moisés, Oseias e Nadabe no corredor do palácio. O libertador tenta avisar que veio em paz, mas Nadabe não se contém e acerta um soco no soldado, derrubando-o inconsciente. Radina chega logo em seguida e diz que irá conduzir Moisés até o local onde Henutmire está presa. Emocionado, o profeta reencontra sua mãe de criação.


Terça-feira, 29/09/2015 - cap. 137
Os sacerdotes descobrem que Henutmire desapareceu

Radina observa Moisés levar Henutmire e promete segredo. Moisés agradece Radina e sai com a princesa, na companhia de Oseias e Nadabe. Karoma cuida das feridas de Nefertari. Joquebede e Miriã preparam a casa para abrigarem Henutmire. Leila se espanta ao saber que Moisés esteve no palácio e resgatou Henutmire. Paser e Simut cuidam das mulheres do harém. Os sacerdotes se chocam ao ver que uma não resiste aos ferimentos e morre. Nervoso, Hur tenta entrar no palácio, mas é convencido por Arão a esperar Moisés trazer a princesa. Radina se assusta ao ver que Leila está decidida a voltar a morar com os hebreus.

Hur fica aliviado ao reencontrar Henutmire e todos seguem para a vila. Janes e Jambres não resistem às feridas e morrem. Preocupados, Paser e Simut acreditam que outras mulheres do harém serão vítimas fatais da praga. Ikeni se impressiona ao ver que a cela do palácio está vazia. Leila revela para Uri que sairá do palácio para buscar a liberdade com os hebreus. Debilitada, Henutmire chega à casa de Joquebede e recebe cuidados. Uri fica incrédulo com a notícia dada por Leila e conta que não irá acompanhá-la. Decidida, Leila avisa que irá sozinha.

Ikeni diz para Bakenmut que Henutmire não está na prisão. Miriã se esforça para esconder o incômodo com as demonstrações de amor entre Hur e a princesa. Joquebede e Moisés observam Henutmire penalizados. Oseias pede ajuda de Bezalel para consertar o colar que era da mãe e que presenteará Ana. Oseias acompanha escondido Moisés clamar para que Deus livre o Egito das úlceras e fica admirado. Ramsés descobre que Henutmire fugiu e pede que Bakenmut espalhe o exército por todo o Egito para capturá-la. Moisés diz para Oseias que tem certeza que Deus o ouviu e se emociona ao ver que os ferimentos de Henutmire sumiram.

Hur teme que a princesa corra risco de vida, mas Moisés pede que ele confie em Deus. Arão diz para Eliseba que não sabe se Henutmire terá condições de se recuperar. Tais comemora com Meketre, Hori e Meryt o sumiço das feridas. Apuki confessa para Judite que pensou que não iria sobreviver a praga. Apesar de triste, Leila se despede de Uri e avisa que se o marido mudar de ideia sabe onde encontrá-la. Joquebede aconselha Moisés a estar preparado para o que pode acontecer com Henutmire.

Ramsés fica indignado ao saber que boa parte dos oficiais morreram em decorrência das pragas. Paser e Simut avisam o rei que Janes e Jambres faleceram, deixando-o chocado. Os sacerdotes descobrem que Henutmire desapareceu e ficam preocupados. Yunet diz que Henutmire merece ser condenada à morte pela fuga do palácio. Nefertari se espanta com a maldade da mãe. Ramsés fica na dúvida de como será o resgate de Henutmire.


Quarta-feira, 30/09/2015 - cap. 138
Henutmire dá seu último suspiro

Se sentindo encurralado, Ramsés se prepara para tomar uma decisão e, aconselhado por Bakenmut e Ikeni, resolve mandar os soldados até a vila dos hebreus para saber se Henutmire está com Moisés. Hur vai até a casa de Joquebede encontrar Henutmire e é recebido por Miriã, que tenta disfarçar o incômodo. Joquebede ajuda Henutmire a se alimentar que, ainda fraca, rejeita a comida. Preocupado, Hur encontra a princesa e durante a conversa, surpreende Henutmire com um pedido de casamento. Com o colar que foi de sua mãe nas mãos, Oseias avisa a Eliseba que levará para Bezalel consertar e, assim, presentear Ana. Eliseba tenta conter a ansiedade de Oseias e ele a acalma dizendo que o fará no tempo certo.

Bakenmut avisa a Apuki que as obras serão retomadas e exige uma cobrança severa em cima dos escravos. O feitor sorri satisfeito. Além disso, o general convence Apuki a descobrir se Henutmire está se escondendo na casa de Moisés, em troca de uma generosa recompensa. Arão sente que Ramsés terá uma reação violenta quanto à fuga de Henutmire e os filhos concordam. Para o susto deles, Inês e Eliseba avisam que a vila está cheia de oficiais, mas elas revelam que o real motivo é para avisar sobre a retomada das obras. Apuki encontra Corá e o chama para participar do plano para descobrir o paradeiro da princesa.

Paser e Simut demonstram preocupação com as atitudes de Ramsés e temem pelo futuro do Egito. Corá vai até a casa de Joquebede para tentar conseguir alguma informação de Henutmire. Joquebede e Miriã, disfarçam e Oseias tenta tirar Corá da casa. Radina tenta convencer Leila a não ir embora, mas ela está convencida de que precisa escolher um dos dois mundos e oferece a vila à amiga caso Radina precise de um lugar seguro. Nefertari ouve a última fala de Leila e fica indignada com a dama. Uri pede ajuda a Gahiji para convencer Leila a ficar no palácio, mas ele diz que nada pode fazer.

Miriã fala conformada com a mãe sobre o amor de Hur e Henutmire e Joquebede a conforta. Henutmire pede a Hur para ficar a sós com Joquebede. A princesa agradece e se desculpa pelo sofrimento causado, recebendo um sorriso emocionado da hebreia. Henutmire mostra o anel de casamento e pede para que Joquebede cuide da felicidade de Hur, já que não mais terá tempo de vida para isso. Moisés chega para visitar Henutmire e eles conversam amorosamente.

Ele se emociona ao ouvir da mãe que ela reconhece apenas o Deus dos hebreus com o único Deus verdadeiro e Henutmire se despede com um beijo no filho, dando seu último suspiro. Nefertari tenta convencer Ramsés a tomar uma decisão mais drástica contra o povo hebreu, fazendo com que o rei se sinta mais confuso com os seus sentimentos. Ramsés no trono levanta assustado ao ver Moisés entrando com o corpo de Henutmire nos braços. Em silêncio, Moisés encara o rei, que é tomado pela angústia.


Quinta-feira, 01/10/2015 - cap. 139
Leila sente tristeza ao ver Uri

Moisés entrega o corpo de Henutmire a Ramsés e o rei é tomado pela angústia e pelo medo. Ambos choram em silêncio, Moisés assente, dando a entender a culpa de Ramsés pelo ocorrido, e vai embora. Joquebede, Hur, Miriã e Leila aguardam do lado de fora do palácio. Hur não suporta a dor e sai. Moisés se aproxima e recebe um forte abraço de Joquebede. Ikeni avisa a Paser e a Simut sobre a morte da princesa e eles reagem assustados. Leila tenta consolar Hur com as lembranças de Henutmire e se emociona. Ela surpreende o sogro ao avisar que abandonou o palácio sem a companhia de Uri. Nefertari conta a Yunet sobre a morte da princesa. A mãe da rainha tenta disfarçar a satisfação com a notícia e minimiza a culpa de Ramsés.

Triste, Paser examina o corpo de Henutmire que está sendo preparado para o embalsamamento. Ele inicia a leitura do Livro dos Mortos enquanto os outros começam o processo. Arão e os demais hebreus retornam da obra e são comunicados sobre a morte da princesa. Diante da notícia, Arão e os filhos vão ao encontro de Moisés. Corá se choca com o que ouviu e fica intrigado com a morte de Henutmire. Ele avista Apuki e tenta ter mais informações. O feitor reage com brutalidade, o afastando do caminho. Yunet serve um vinho a Bakenmut com o intuito de comemorar a morte de Henutmire. Ele fica surpreso com a atitude, mas Yunet não se abala e mantém o brinde.

Arão entra no quarto e encontra Moisés triste, com os olhos inchados do choro. Eles se olham em silêncio. Moisés tenta falar, mas é impedido pela emoção e chora nos braços do irmão. Bezalel recebe com a alegria a notícia de que Leila voltou para a vila. Eles comemoram emocionados, mas a notícia de que Uri continua no palácio entristece o rapaz. A pedido de Nefertari, Gahiji prepara uma bandeja para servir o rei. Ele se nega a comer e, angustiado, desabafa com Nefertari que talvez devesse permitir a partida dos hebreus. A rainha tenta convencê-lo do contrário, usando a morte de Henutmire como pretexto para não desistir da luta contra os escravos. Ramsés fica pensativo envolto em seus conflitos. Uri desabafa com Gahiji sua preocupação com a dor do pai e o afastamento de Leila.

O cozinheiro tenta mostra que Leila pode ter razão na escolha tomada, mas Uri se mostra convencido de que o povo hebreu não sairá vitorioso. Assir e Elcana cobram de Corá sobre a casa prometida pelo pai. Corá reage impaciente com os filhos, sem saber ao certo se Yunet cumprirá o acordo. Arão conversa com Eliseba e ela questiona se não seria certo a princesa ser enterrada seguindo os preceitos do Deus de Israel. Arão diz que a escolha de Moisés foi para evitar mais problemas. Miriã e Moisés relembram as histórias vividas com Henutmire e ele lamenta que Zípora e seus filhos não a tenham conhecido. Moisés agradece Miriã por ser a irmã dele e eles se abraçam emocionados. Hebreus e egípcios se reúnem para acompanhar o cortejo de sepultamento de Henutmire. Oséias e Ana trocam olhares discretos.

A família real passa abrindo o cortejo. Leila sente tristeza ao ver Uri. Ele, por outro lado, olha com pesar o sofrimento do pai, visualiza Leila e Bezalel, mas a mágoa o impede de manter o olhar nos dois. Meketre rejeita a presença de Bak, enquanto Corá tenta, inutilmente, cobrar o acordo de Yunet. Joquebede estranha a presença das imagens dos deuses egípcios que a princesa já não cultuava mais. Moisés explica que Ramsés não admitira publicamente a escolha de Henutmire e o que importa é que Deus tem ciência da entrega dela a Ele. Ramsés manda parar o cortejo quando vê os hebreus jogando flores de lótus em homenagem à princesa. Ele olha para o Moisés e, falando ao povo, acusa o hebreu de ser culpado pela morte de Henutmire. Moisés reage firme e, em meio a todos, enfrenta o poderoso faraó.


Sexta-feira, 02/10/2015 - cap. 140
Deus ordena que Moisés procure Ramsés

Ramsés repreende Moisés por ousar enfrentá-lo e proíbe os hebreus de continuarem seguindo o cortejo fúnebre de Henutmire. Paser e Simut reconhecem que a princesa era amada por todos. Moisés não disfarça o descontentamento, mas pede que o povo não reaja. Nefertari recomenda que Yunet se comporte, pois se trouxer aborrecimentos para Ramsés não conseguirá defendê-la. Paser revela para o rei que Henutmire morreu de fraqueza, por medo de ter a comida envenenada por Yunet. Deus ordena que Moisés procure Ramsés. Uri se entristece com as lembranças de Leila. Abigail vê Leila desiludida com Uri e pede que a irmã não perca a esperança de ter a companhia dele na vila. Bezalel percebe que Hur ainda está bastante emocionado e o conforta.

Moisés avisa Arão que a nova praga é pior do que tudo que os egípcios já sofreram anteriormente. Ramsés diz para Yunet que soube da provocação dela com Henutmire e avisa que irá observá-la. Ikeni informa Ramsés que Moisés o aguarda. Moisés comunica que caso Ramsés insista em negar a liberdade para o povo hebreu, uma intensa chuva de pedras atingirá todo o Egito. Arão conta que a nova praga é assustadora e deixa Apuki com medo. Ramsés não se mostra intimidado e ordena que Moisés suma do palácio. Escondida, Nefertari se espanta ao ouvir Yunet confessar para Paser que matou Seti. Datã e Abirão zombam por Corá ter sido enganado por Yunet. Aoliabe e Bezalel avistam Datã paquerando Deborah e cobram explicações dele. Joquebede se comove ao ver Assir e Elcana pedindo desculpa por terem roubado o cajado de Moisés. Miriã fica surpresa ao saber que Judite e Ana foram demitidas do trabalho.

Abigail e Leila sofrem por verem a tristeza de Hur. Karoma repara na tensão de Nefertari e aconselha a rainha a alertar Ramsés caso ele esteja correndo perigo. Paser decide avisar Ramsés que Yunet é a assassina de Seti. Animada, Yunet acompanha Amenhotep em um treino de espadas. Miriã avista Hur caminhando arrasado e o observa penalizada, sem ser notada. Joquebede se preocupa ao imaginar o que Ramsés poderá fazer para conter a nova praga. Nefertari revela para Ramsés que Yunet matou Seti e Paser confirma a acusação, deixando-o furioso. Um oficial informa Yunet que o rei exige que ela compareça com urgência na sala do trono. Ramsés condena Yunet à morte por matar Seti e Maya, provocar a morte de Henutmire e trair a confiança do soberano.

Resumo das Novelas. Próximos Capítulos da novela "Os Dez Mandamentos".

0 comentários :

Postar um comentário

 

©2007 - 2015 Resumo de Novelas.net | Direitos reservados Google+